top of page

Uma das queixas mais comuns da gravidez é o aumento do apetite. Isso é normal para o período, já que as alterações hormonais da gestação podem causar mais fome. Segundo a nutricionista do Nasce Gestante, Betina Ettrich, um recurso para essa etapa é a escolha dos alimentos, que podem contribuir para uma saciedade prolongada.


Além dos hormônios, outros fatores como ansiedade e sentimentos da gestação, podem despertar a fome emocional, que vai além da fome física. Por isso, é importante observar se a fome que você está sentindo é mesmo uma necessidade do metabolismo ou motivada por alguma. Abaixo, você confere algumas dicas para lidar com o apetite excessivo.


É uma queixa muito comum a fome excessiva! E, de fato, as alterações hormonais da gestação podem gerar, em algumas mulheres, um aumento de apetite. Podemos utilizar algumas estratégias como aliadas. Confira:


Aumento do consumo de fibras: preferir alimentos como salada, legumes, frutas, sementes, leguminosas, cereais e grãos integrais podem despertar uma sensação de saciedade por mais tempo.


Beber muita água: você pode confundir a sensação de sede com fome. Por isso é importante aumentas o consumo de água, seguindo a recomendação que vai de 30ml a 40ml por kg corporal.


Cuidado com os intervalos entre as refeições: não fique muito tempo sem comer, porque esses intervalos grandes podem gerar acúmulo de fome. Normalmente, a recomendação é fazer intervalos de 2 a 4 horas de jejum entre as refeições.


Inclua alimentos ricos em proteína: esses alimentos têm uma digestão mais lenta, dando sensação de saciedade por mais tempo. As principais fontes de proteína são: ovos, carnes brancas e vermelhas, laticínios, feijões e outras leguminosas.


Oleginosas, sementes, cereais e grãos também têm proteína, mas em menor quantidade.


Por fim, lembre-se de comer devagar: mastigar bem e com calma é um passo importante para o controle do apetite.

Comentarios


bottom of page