Útero: características e curiosidades deste órgão feminino
5 de junho de 2020
Qual pasta de dente infantil escolher?
15 de junho de 2020

Foto: @cegonhaimagens

Neste sábado, celebra-se o dia nacional do exame que pode identificar doenças graves. Vamos entender as características do Teste do Pezinho e porque é tão importante para seu bebê.

Qual a finalidade do Teste do Pezinho?

O teste do pezinho é um exame de triagem neonatal realizado do terceiro ao quinto dia de vida dos recém-nascidos. Um exame de triagem é uma ação preventiva que permite fazer o diagnóstico de diversas doenças congênitas (assintomáticas no período neonatal) a tempo de se interferir no curso da doença. “Isso permite a instituição do tratamento precoce específico e a diminuição ou eliminação das sequelas associadas a cada doença”, explica a alergista e imunologista do Nasce Criança, Helena Fleck Velasco. Para não deixar nenhum diagnóstico “passar”, testes que têm resultado positivo são encaminhados para novos exames para confirmação do diagnóstico.

Como é feito o Teste do Pezinho?

O teste tem esse nome pois é realizado com uma gota de sangue do pezinho do recém-nascido. Os profissionais da saúde fazem um pequeno furinho no calcanhar do bebê, local rico em vasos sanguíneos, e realizam a coleta de 6 gotinhas de sangue em um cartão especial. Neste cartão ficam arquivados os dados do recém-nascido e é enviado para o Serviço de Referência em Triagem Neonatal (no RS, as amostras são analisadas no Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas, em Porto Alegre).

Desde quando existe?

No Brasil o teste do pezinho começou a ser realizado em 1992 com a triagem de duas doenças: fenilcetonúria e hipotireoidismo congênito. A data de hoje, 6 de junho, Dia Nacional do Teste do Pezinho, é uma iniciativa do Sistema Único de Saúde (SUS), capitaneado pelo Ministério da Saúde por meio do Programa Nacional de Triagem Neonatal. Faz parte do calendário de JUNHO LILÁS, campanha de conscientização da população para prevenção de doenças graves em bebês.

Existe diferença na rede pública e privada de saúde?

Atualmente, há três versões do teste do pezinho disponíveis no Brasil: uma básica (rede pública) e duas ampliadas (particulares). Os nomes às vezes variam, por isso, antes do procedimento, o ideal é checar qual é a triagem mais completa, que traz possibilidade de detecção de mais doenças.

Teste do Pezinho BÁSICO: é obrigatório e gratuito em todo o país. Avalia 6 doenças: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, fibrose cística, anemia falciforme, hiperplasia adrenal congênita e deficiência de biotinidase. Quanto mais cedo forem detectadas estas condições, há mais chances de evitar sequelas graves como deficiência mental, microcefalia, convulsões, fibrosamento do pulmão e crises epilépticas.

Mais ou Ampliado: pode detectar até 10 doenças. Além das seis já detectadas pelo teste básico, também pode indicar deficiência de G-6-PD, galactosemia, leucinose e toxoplasmose congênita. É oferecido apenas em laboratórios, hospitais e maternidades particulares.

Super ou Expandido: este é o mais completo dos exames disponíveis no Brasil. Pode detectar até 48 doenças. É oferecido apenas em laboratórios, hospitais e maternidades particulares.

Novo teste detecta ainda mais doenças

Teste da Imunidade do Bebê (Trek ou Krek): permite a triagem para os principais e mais graves tipos de imunodeficiências primárias: Imunodeficiência Combinada Grave e Agamaglobulinemia Ligada ao X. Este teste ainda é bastante desconhecido (existe há cerca de 3 anos), mas pode ser realizado em laboratórios ao custo médio de R$ 200 (junho/2020). Existe um projeto para tornar esse teste gratuito (atualmente só é realizado pelo SUS no Distrito Federal).

Teste do Pezinho ampliado na rede pública

Há várias campanhas que ajudam a pressionar as autoridades públicas para que a versão ampliada do Teste do Pezinho seja oferecida em todo o SUS. Um deles é a petição do Mãe Que Ama, já com milhares de assinaturas, disponível para seu apoio em: https://maequeama.com.br/formulario-pezinho/

Você também gostará destes conteúdos:
@@ Os primeiros 1.000 dias do bebê
@@ Como fazer lavagem nasal com seringa e soro em bebês de até 2 anos
@@ A importância da alimentação para a imunidade
@@ Cuidados com os recém-nascidos nos primeiros dias em casa

Nasce Criança
Nasce Criança
Nosso propósito é promover o planejamento saudável do desenvolvimento da criança, envolvendo todos os aspectos de saúde, com atendimento pediátrico, nutricional, odontológico e todas as especialidades necessárias nos primeiros anos de vida do bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *