Marcos do desenvolvimento da fala e da linguagem
Com que idade a criança deve estar falando?
13 de dezembro de 2019
Qual é a cadeirinha ideal?
Como escolher a cadeirinha de carro para bebês e crianças
20 de dezembro de 2019

SONO é com certeza um dos temas de maior atenção por parte de pais e mães. Isso porque nos primeiros anos é sempre uma questão que impacta em toda a família.

O sono é essencial para o desenvolvimento dos bebês e também de crianças e adolescentes. Dormir pelo período de tempo adequado traz como benefícios melhor atenção, comportamento, aprendizagem, memória, regulação emocional, qualidade de vida e mental, saúde e física. Já a falta de sono na infância pode levar a problemas que afetam até a vida adulta.

Mas você sabe o quanto um bebê deve dormir? As horas de sono mudam durante as fases de desenvolvimento! A pediatra Carolinne Dal Ri, da Nasce Criança, alerta que é necessário que pais e responsáveis estejam atentos aos horários recomendados para cada idade e para quadros de problemas para dormir.

Tabela de horas de sono do bebê

Nos primeiros meses de vida, os bebês dormem a maior parte do dia e da noite, porém por pouco tempo. O sono é distribuído uniformemente durante o dia e a noite. Durante essa fase, a maior parte dos problemas com o sono do bebê está relacionada às expectativas dos pais quanto aos comportamentos de sono. Dessa forma, é necessário entender se problemas externos podem estar causando essas dificuldades, como cólicas, refluxo ou intolerância à fórmulas lácteas.

A partir dos 6 meses, a maior parte do sono do bebê passa a acontecer durante a noite e eles tiram sestas durante o dia. Nesse momento, a criança costuma aprender a se acalmar sozinha, de acordo com a sua capacidade de lidar com as transições entre sono-vigília.

Até os 3 anos de idade, os momentos de sono durante o dia são essenciais para a criança. Segundo um estudo desenvolvido pela Universidade de Massachusetts em 2013, as crianças que dormem à tarde demonstram um desempenho melhor em testes de memória e de inteligência.  Nesse período, é importante também estabelecer rotinas relacionadas à hora de dormir.

Na fase pré-escolar (3 a 5 anos), as crianças diminuem o número de cochilos durante a tarde. Em geral, apenas 26% das crianças com 4  anos e 15% com 5 anos cochilam. Nesse período, os problemas do sono podem estar associados com dormir na cama dos pais. Essa também é época ideal para entender melhor esses problemas que podem se tornar crônicos. 

Ao entrar na escola, é preciso que os pais sigam atentos à rotina de dormir, ressalta a pediatra Carolinne. O sono passa a estar relacionado com a capacidade da criança no desempenho de atividades escolares na fase dos 6 a 12 anos. Um dos problemas deste período é o uso de telas: excesso de eletrôicos pode influenciar no sono das crianças, por isso devem ser evitadas nas horas próximas à hora de dormir. 

Durante a adolescência, a duração do sono deve ser de 9 a 9,25 horas. Porém, apenas 20% dos adolescentes respeitam esses horários. Nessa fase as prioridades ambientais competem com o sono e os jovens costumam apresentar discrepâncias maiores entre os padrões de sono durante a semana e o final de semana.

Você já ouviu falar em “higiene do sono”?

Trata-se de uma série de medidas que podem ser aplicadas para crianças, adolescentes e adultos. A higiene do sono é importante para garantir um melhor descanso para o seu filho. Assim, a dica mais importante é manter uma constância na hora de aplicar esses princípios.

PRINCÍPIOS BÁSICOS DA HIGIENE DO SONO PARA CRIANÇAS
  1. Ter horário e rotina determinados para a hora de dormir.
  2. O horário de dormir e acordar deve ser aproximadamente o mesmo nos com aula e sem aula. Não deve haver mais de uma hora de diferença entre um dia e outro.
  3. Faça da hora anterior à ida para a cama um horário tranquilo e calmo. Evite atividades com muita energia, como jogos vigorosos, e atividades estimulantes, como assistir à TV ou jogar jogos de computador, antes de dormir. 
  4. Não mande a criança dormir com fome. Um lanchinho leve (como leite e biscoitos) antes de ir para a cama é uma boa ideia. Refeições pesadas 1 ou 2 horas antes de dormir podem interferir no sono.
  5. Evite consumir produtos com cafeína pelo menos algumas horas antes de ir para a cama. Isso inclui refrigerantes com cafeína, café, chá e chocolate. 
  6. Certifique-se de que seu filho passe um tempo ao ar livre todos os dias, sempre que possível, e pratique atividades físicas regulares.
  7. Mantenha o quarto do seu filho quieto e escuro. Pode-se utilizar uma luz noturna de baixa intensidade para crianças com medo do escuro.
  8. Mantenha temperatura do quarto de sua criança confortável durante a noite (<24ºC).
  9. Não use o quarto da criança para ficar de castigo ou para punições
  10. Deixe a televisão fora do quarto de sua criança. As crianças conseguem rapidamente desenvolver o mau hábito de precisar da TV para pegar no sono. É muito mais difícil controlar o que seu filho assiste a TV estiver no quarto.

Leia também aqui no site da Nasce
@ Como cuidar dos dentinhos do bebê
@ Cólicas em bebês: quais as causas?
@ Como estimular a linguagem do bebê?

Nasce Criança
Nasce Criança
Nosso propósito é promover o planejamento saudável do desenvolvimento da criança, envolvendo todos os aspectos de saúde, com atendimento pediátrico, nutricional, odontológico e todas as especialidades necessárias nos primeiros anos de vida do bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *