5 dicas para cuidar da nutrição no puerpério
22 de março de 2021

Palavrinha que pais e mães de primeira viagem vão acabar conhecendo em algum momento da jornada: APGAR.

Palavrinha que pais e mães de primeira viagem vão acabar conhecendo em algum momento da jornada: APGAR.

É um índice usado por pediatras para avaliar a vitalidade do bebê ao nascimento e, a necessidade ou não de manobras de reanimação logo após o nascimento.

Já falaremos mais sobre as características desta avaliação. Antes, uma curiosidade: o teste APGAR é tanto uma sigla quanto o próprio sobrenome de sua inventora. Virginia Apgar (7 de junho de 1909 – 7 de agosto de 1974) foi uma anestesista obstétrica e pesquisadora médica americana. Da mesma forma as letras iniciais do seu sobrenome equivalem aos 5 sinais da avaliação APGAR



A – Activity (tônus muscular)
P – Pulse (frequência cardíaca)
G – Grimace (reflexos)
A – Appearance (cor da pele/aparência)
R – Respiration (respiração)

A pediatra neonatologista Ludmila Schatschneider, do Nasce Criança, em Porto Alegre, explica que esta avaliação.

APGAR é mundialmente utilizada e baseada em números que traduzem as condições de saúde do recém-nascido.

Cada sinal irá receber uma pontuação, de 0 a 2. Somados os 5 sinais, podem variar de 0 a 10 (nota máxima). O teste é feito 1 minuto após o nascimento e aos 5 minutos de vida. Pode ser repetido com 10, 15 e até 20 minutos de vida caso o apgar não tenha atingido 7.

É normal que, na avaliação do primeiro minuto, a nota seja um ou dois pontos mais baixa do que a registrada no quinto minuto.

Ou seja, o fato de o recém-nascido não receber nota alta imediatamente não significa que terá algum tipo de atraso no desenvolvimento! A nota representa que precisou de mais ajuda na adaptação à vida fora do conforto do útero.

LEIA TAMBÉM
Cuidados com o recém-nascido: os primeiros dias do bebê em casa
Teste do pezinho: perguntas e respostas
Golden hour: o que é a “hora dourada” do parto

Nasce Criança
Nasce Criança
NASCE CRIANÇA: nosso propósito é promover o planejamento saudável do desenvolvimento da criança, envolvendo todos os aspectos de saúde, com atendimento pediátrico, nutricional, odontológico e todas as especialidades necessárias nos primeiros anos de vida do bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *