Introdução alimentar (alimentação complementar): guia prático e rápido para pais e mães de bebês

Coto umbilical: como cuidar nos primeiros dias do bebê
10 de setembro de 2020
Febre em bebês e crianças: temperaturas e orientações para você cuidar
28 de setembro de 2020

Este é um assunto que costuma gerar muitas dúvidas nas famílias: passados os 6 meses de amamentação exclusiva, como realizar a INTRODUÇÃO ALIMENTAR dos bebês? Na verdade, este termo também é chamado de ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, afinal o leite materno é considerado alimento. Ou seja, a alimentação complementar é a introdução dos alimentos sólidos.

O momento da introdução alimentar é realmente muito especial. A nutricionista materno-infantil Gabriela Penter, do Nasce Criança (Porto Alegre), faz orientações com as famílias que estão passando por este período tão importante do desenvolvimento do bebê.

Aqui, você baixa gratuitamente um breve GUIA sobre o tema, com tudo o que precisa saber antes de começar.

# Quais os sinais de aptidão do bebê para começar a alimentação complementar?
# Como começar a oferecer os alimentos sólidos? Quantas vezes por dia? Quais comidinhas escolher?
# Montagem de pratos conforme os grupos alimentares
# Devo me preocupar com a quantidade que o bebê comer?
# Posso oferecer sucos?
# Devo colocar sal? Quais temperos posso usar?
# O bebê pode comer a mesma comida do restante da família?
# Existem alimentos “proibidos” nos primeiros meses de vida?

@@ Faça aqui o download do e-book ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR da nutricionista materno-infantil Gabriela Penter

Nasce Criança
Nasce Criança
NASCE CRIANÇA: nosso propósito é promover o planejamento saudável do desenvolvimento da criança, envolvendo todos os aspectos de saúde, com atendimento pediátrico, nutricional, odontológico e todas as especialidades necessárias nos primeiros anos de vida do bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *