Ganho de peso na gravidez: nutricionista esclarece as dúvidas comuns das gestantes

Grávida vegetariana ou vegana: quais são os nutrientes essenciais para a gestação?
14 de dezembro de 2020
A nutrição da mulher nas diferentes fases da vida
18 de março de 2021

Foto: Cegonha Imagens

“É verdade que preciso ganhar 1kg por mês? Engravidei acima do peso, posso emagrecer? Ganhar muito peso pode prejudicar o meu bebê? Qual é o mínimo de ganho de peso possível?

Essas são as principais perguntas que as pacientes da nutricionista Betina Ettrich, do Nasce Saúde, fazem nas consultas.

Nenhuma destas perguntas tem uma resposta única!

Sabemos que o ganho de peso é importante e esperado durante a gestação, pois há diversos fatores envolvidos, além do bebê em desenvolvimento! Placenta, líquido amniótico, aumento das mamas, aumento do volume sanguíneo materno…

Porém, de maneira geral, tanto o ganho de peso excessivo quanto o insuficiente pode estar associado a complicações para gestante e para o bebê.

Tabela traz referência de peso na gestação

Há estimativas de ganho de peso para o período gestacional feitas a partir do cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) pré-gestacional, utilizando-se o peso antes da mulher engravidar.

Importante: a recomendação de ganho de peso total é realizada conforme a classificação deste IMC, e o Ministério da Saúde normatiza que se sigam os pontos de corte propostos pelo Institute of Medicine (IOM).

No primeiro trimestre, pode ocorrer uma perda de peso de até 3kg devido às grandes mudanças fisiológicas. Porém, perdas acima desse valor podem representar risco nutricional e precisam de avaliação individualizada. É comum ocorrer manutenção do peso pré-gestacional ou um ganho de até 2kg.

Além disso, no segundo e no terceiro trimestres, o ganho de peso adequado vai depender do IMC pré-gestacional, conforme a tabela abaixo:

IMC pré-gestacional ______________ Ganho total
Baixo peso (<18,5 kg/m2) __________ 12,5 a 18,0 kg
Adequado (18,5-24,9 kg/m2) _______ 11,5 a 16,0 kg
Sobrepeso (24,0-29,9 kg/m2) _______ 7,0 a 11,5 kg
Obesidade (≥30,0 kg/m2) ___________ 5,0 a 9,0 kg

O ganho de peso varia muito

As recomendações são utilizadas como referência durante o acompanhamento nutricional, desde que esteja saudável e que o bebê esteja crescendo e se desenvolvendo de maneira adequada. Ou seja: não há “metas fixas” de ganho de peso.

Betina alerta sobre a importância de um acompanhamento individual. As principais metas são ações para planejar, melhorar e adequar os hábitos alimentares, o que vai impactar em uma gestação saudável e no ganho de peso adequado para cada gestante.

Você também poderá gostar de:
Gravidez e atividade física
É perigoso ter gatos durante a gravidez?
A gestante deve mesmo comer por dois?

Nasce Gestante
Nasce Gestante
Somos um centro de atendimento à gestante que reúne os mais renomados profissionais da área médica e da saúde, de diferentes especialidades, para atender a todas as necessidades da mulher em um só local, com conforto, qualidade e conveniência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *