5 dicas para cuidar da nutrição no puerpério

A nutrição da mulher nas diferentes fases da vida
18 de março de 2021
O que significa o índice APGAR? Pediatra neonatal explica
24 de março de 2021

Foto Momrefresh

A nutricionista Betina Ettrich compartilha as principais orientações para as mães no período pós-parto e durante a amamentação.

1- Evitar ficar muitas horas sem comer e não fazer dieta restritiva

É fundamental que a mulher não restrinja as calorias da sua alimentação, o que pode acontecer devido à rotina mais corrida no período pós-parto ou devido ao desejo de diminuir o peso aumentado durante a gestação. Lembre-se que o alimento nos dá energia e que, nessa fase, isso é o que mais precisamos para as atividades do dia e os cuidados com o bebê, especialmente se houver privação de sono e se a mãe estiver amamentando. 
2- Ter comidas/marmitas congeladas

Deixar comidas prontas congeladas ainda durante a gestação e/ou ter o contato de empresas que preparem marmitas saudáveis irá facilitar para mantermos refeições equilibradas e variadas nesse período mais corrido.
3- Ter alimentos fáceis e rápidos para comer nos intervalos

Algumas dicas: deixar frutas descascadas e picadas em potes (mamão, melão, manga, abacaxi) e frutas já higienizadas (uva, morango, ameixa), além de ter em casa frutas secas (não precisam de refrigeração: damasco, uva passa, ameixa seca, tâmaras), frutas fáceis de comer (banana, maçã, pera), oleaginosas (ter um pote com castanhas, nozes, amêndoas, avelãs), ovos (pode-se deixar já cozidos com casca na geladeira e, na hora de comer, é só descascar), iogurte (de beber ou de comer com colher e incluir aveia/granola/sementes), bolo integral (fazer receitas saudáveis em maior quantidade e congelar – dura até 3 meses no freezer).
4- Não cortar alimentos sem necessidade

É muito comum as mulheres cortarem alimentos com medo de causar cólicas no bebê. Sabemos que existem muitos mitos relacionados a esse assunto e que cada binômio mãe-bebê é diferente. Não há comprovação científica de que certos alimentos ingeridos pela mãe causem cólica no bebê. Porém, se a mãe suspeitar de que algo que esteja comendo possa estar agravando as cólicas, pode suspender esse alimento temporariamente e observar se há melhora dos sintomas. Assim, a menos que haja uma condição específica e individual, não há necessidade de restringir nenhum alimento. Converse com o seu nutricionista ou pediatra sobre isso!
5- Caprichar nos líquidos

A fase pós-parto e, principalmente, a lactação vão exigir que a mulher tome mais líquidos. Devemos priorizar a água pura, deixando uma garrafinha ou um copo sempre por perto, mas também pode-se incluir chás claros sem cafeína, água de coco, água saborizada. A recomendação geral fica em torno de 3 litros por dia, sempre respeitando a sua sede.

A nutrição da mulher nas diferentes fases da vida

Nutrição da lactante: o que saber sobre alimentação quando você está amamentando

Nutrição: o que a mãe come influencia no desenvolvimento do cérebro do bebê

Nasce Gestante
Nasce Gestante
Somos um centro de atendimento à gestante que reúne os mais renomados profissionais da área médica e da saúde, de diferentes especialidades, para atender a todas as necessidades da mulher em um só local, com conforto, qualidade e conveniência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *